english

Tem Tacacá na Tietê

tacaca-3

Nas cidades amazônicas, sempre no final da tarde, depois da chuva, quando o calor úmido se torna quase insuportável,
as tacacazeiras montam suas barracas nas esquinas, sob mangueiras e em praças, para servir esse exótico preparo.           

Curiosamente, o caldo muito quente, sorvido aos goles,
traz uma agradável sensação de que uma suave brisa chega para refrescar.

Servido em cuias, o tacacá é uma instigante mistura de tucupi, líquido amarelado, levemente ácido, extraído da mandioca brava; goma, amido de mandioca que depois de cozido se torna transparente e com textura de mingau;  jambu, verdura com sabor muito particular que, ao ser mastigado provoca uma leve sensação de dormência na boca; e camarão seco.

Nós adoramos o tacacá e embora ele esteja no nosso cardápio, ficamos com vontade de servi-lo do jeito de lá, para que aqueles que já conhecem matem a saudade e aqueles que só ouviram falar tenham a chance de prová-lo da maneira mais típica, saboreando essa gostosura e conhecendo um pouquinho das nossas tantas riquezas.

Nossos ingredientes são genuinamente amazônicos, vindos de Belém, de um único e respeitado fornecedor
com o qual trabalhamos há mais de 15 anos.

O tacacá fica ainda mais gostoso com uma pimentinha amarela chamada cumari-do-Pará. Cumari, em tupi-guarani,
significa
alegria do gosto. Queremos compartilhar essa alegria com vocês na calçada.

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien