english

Os 10 mandamentos da cozinha brasileira

1

Não deixar de pedir uma cachaça e a caipirinha da casa. Um pecado capital de um restaurante de cozinha brasileira
é não ter as duas com uma boa dose de qualidade.

2

Prestigiar os restaurantes autênticos e pitorescos, mas não necessariamente folclóricos. É nesses lugares simples que, em geral,   se encontra a boa comida típica. Informalidade e despojamento também podem ser sinais de requinte.

3

Nunca pedir petiscos e entradas antes de um prato completo: uma panelada, uma feijoada, uma buchada, um cozido.
Ou vão estragar o apetite ou você vai cometer o pecado da gula.

4

Guardar os domingos e dias de festas para o desfrute das comidas regionais. É quando os restaurantes e as comunidades
se esmeram em oferecer o seu melhor.

5

Não ter preconceito com o acompanhamento da cozinha brasileira: além da cerveja, da caipirinha e da cachaça, um bom vinho
é sempre bem-vindo. E uma boa carta de vinhos também.

6

Em viagem priorizar as bebidas, os pratos, os petiscos,  as entradas e sobremesas locais ou com ingredientes locais.
Em geral não é uma boa idéia tentar um fruto-do-mar no sertão ou um prato com pequi no litoral.

71 copy

Não cobiçar o jeito de comer alheio, exigindo dos pratos brasileiros o minimalismo dos franceses, a leveza das cozinhas orientais, a sofisticação dos restaurantes chiques de Nova York.
Eles tem um jeito mais informal e rústico de ser, um formato mais vigoroso e tropical. Nem melhor, nem pior, diferente.

8

Não tomar o santo nome dos pratos brasileiros em vão: uma moqueca é uma moqueca e deve sempre ser
servida em panela de barro; uma feijoada sem cumbuca não é feijoada e assim por diante.

9

Não esperar um serviço à francesa em restaurante de cozinha brasileira: sirva-se do que mais gosta nas panelas
à mesa. Isso não quer dizer que a comida não possa e deva ser bem apresentada, tampouco que ela não possa vir empratada,
respeitando a característica de cada iguaria.


10

Não desejar o torresmo do próximo. Apesar dele sempre parecer melhor do que o nosso, é de quem viu e pediu primeiro.

MANDAMENTO DERRADEIRO E UNIVERSAL: BOM APETITE! PORQUE O MAL NUNCA ENTRA PELA BOCA,
O MAL É O QUE SAI DA BOCA DO HOMEM.

 

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien